marketing-de-conteudo-como-utilizar-essa-estrategia-para-alavancar-minhas-vendas

Marketing de Conteúdo: como utilizar essa estratégia para alavancar minhas vendas?

By | Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo se tornou uma necessidade para garantir a competitividade no mercado atual. Entretanto, se engana quem pensa que esse conceito é recente. As primeiras práticas de Inbound Marketing surgiram em 1985 e, desde então, se tornaram mais sofisticadas e difundidas.

O avanço tecnológico e a popularização da internet contribuíram para mudar o comportamento do consumidor e, agora, o comprador detém toda a informação que necessita e, por isso, controla o processo de compra.

Nesse cenário, o marketing precisa adotar medidas mais inteligentes que tenham como principal objetivo ajudar o potencial cliente durante as suas tomadas de decisões.

Assim, fornecer conteúdo relevante e educativo que vai ser encontrado durante todas as etapas do funil de vendas é indispensável para criar vantagem no mercado. Saiba como usar essa estratégia!

Leia também: http://nicolella.com.br/marketing-4-0-como-aplicar/

Por que investir em Marketing de Conteúdo?

Gerar valor por meio de um conteúdo e resolver um problema rapidamente se tornou mais eficaz do que exibir anúncios.

As propagandas são ignoradas rapidamente, mas um conteúdo desenvolvido para a pessoa certa no momento adequado é a melhor campanha que uma organização pode fazer atualmente.

Se a sua informação for encontrada desde o início, as chances de ganhar a preferência do consumidor na etapa de decisão aumentam. Do contrário, os seus produtos e serviços nem mesmo serão considerados.

Além de fornecer informações úteis, o Marketing de Conteúdo cria oportunidades únicas para direcionar, sutilmente, o potencial cliente para a compra dos bens e serviços que a sua empresa oferece.

marketing-de-conteudo-como-utilizar-essa-estrategia-para-alavancar-minhas-vendas-2.jpg

marketing-de-conteudo-como-utilizar-essa-estrategia-para-alavancar-minhas-vendas-2.jpg

Quais passos são essenciais para desenvolver uma boa estratégia?

O que vai definir o sucesso das suas estratégias de marketing de conteúdo é pautar as ações em informações específicas e confiáveis. Por isso, fazer o dever de casa é indispensável.

Quem é a sua persona?

Quanto mais detalhes, melhor. A sua persona precisa ser bem delimitada e as suas dores e objetivos conhecidos. Só assim você conseguirá criar um conteúdo realmente relevante que vai gerar uma conexão real com o leitor.

Gênero, faixa etária, escolaridade, hábitos de consumo, comportamento, problemas, desejos e anseios são informações que vão tornar a sua estratégia mais refinada para aquele público específico.

Qual linguagem é mais adequada para falar com o seu leitor?

Para gerar identificação imediata, a linguagem do conteúdo precisa ser desenvolvida de acordo com um determinado tom de conversa.

Você não desenvolveria um post descontraído e cheio de gírias para um executivo ou um artigo extenso, complexo e formal para um aluno do ensino médio. Apostar em uma linguagem genérica, sem um tom de voz definido, também pode ser um erro.

Assim, é necessário estabelecer o tipo de linguagem que será utilizado e manter a coerência entre todos os meios de comunicação da empresa.

O seu site e redes sociais proporcionam uma boa experiência para o visitante?

O seu site está funcionando bem? Atrair visitantes com conteúdo bem posicionado nos motores de busca é apenas uma parte da estratégia. Você precisa garantir que eles vão voltar e, para isso, a experiência do usuário precisa ser agradável.

Além de um site responsivo, o design precisa ser considerado como elemento igualmente importante da sua estratégia. Afinal, o seu plano de marketing tem como ponto central o seu endereço online.

Suas redes sociais estão atualizadas, completas e integradas? Essas plataformas podem essenciais para manter um contato mais próximo com o público. Ademais, o conteúdo desenvolvido precisa ser pautado no tipo de canal que será compartilhado.

Agora que você já sabe como o marketing de conteúdo pode alavancar as suas vendas, entre em contato para saber como nós podemos te ajudar a criar uma estratégia de sucesso. Preencha o formulário!

remarketing-como-essa-estrategia-pode-ajudar-minha-empresa-na-conversao-de-leads-

Remarketing: como essa estratégia pode ajudar minha empresa na conversão de leads?

By | Marketing de Conteúdo

Por que não duplicar esforços para chamar a atenção de pessoas que já demonstraram interesse em seus produtos e serviços?

Essa é a proposta do remarketing, que faz anúncios estratégicos para pessoas que tiveram contato com a empresa, visitaram o site ou buscaram por informações relacionadas aos serviços oferecidos.

Além de direcionar melhor os investimentos em publicidade paga, essa estratégia tem o objetivo de marcar presença até que o lead decida, finalmente, fechar a compra.

Saiba como essa técnica vai ajudar a sua empresa a aumentar a conversão de leads e vendas. Vamos lá!

Por que utilizar estratégias de remarketing?

Se você já utiliza alguma estratégia de marketing digital, sabe que até o momento de decisão existem diversas etapas que são percorridas pelo comprador. Assim, quase ninguém que acessa um site pela primeira vez fará, de cara, uma compra.

Por isso, se manter relevante e presente durante todo o processo de conhecimento, consideração e decisão do seu potencial cliente é indispensável para disputar espaço com os outros concorrentes.

Assim, adotar o remarketing é uma forma de garantir que você será uma forte opção para aquela pessoa que busca o seu produto ou serviço.

remarketing-como-essa-estrategia-pode-ajudar-minha-empresa-na-conversao-de-leads.jpg

remarketing-como-essa-estrategia-pode-ajudar-minha-empresa-na-conversao-de-leads.jpg

Leia também: http://nicolella.com.br/remarketing-dicas-para-aplicar/

Como o remarketing funciona?

A ferramenta mais reconhecida para fazer remarketing é o Google Adwords e o Facebook Ads. A forma de aderir a esses recursos é por meio da publicidade paga.

Os usuários que clicam em anúncios, pesquisam determinadas palavras-chaves e visitam sites são rastreados através de cookies.

Além disso, há diferentes estratégias que serão definidas de acordo com o orçamento disponível, perfil da empresa e do cliente, entre outras informações. O tempo de duração do remarketing, por exemplo, pode variar bastante, mas um período de 30 dias é considerado um padrão estratégico aceitável.

Quais são os tipos de remarketing?

A estratégia de remarketing pode ser classificada em dois tipos: os anúncios que aparecem nos motores de busca e os que aparecem em sites parceiros do Google.

No primeiro caso, as propagandas surgem nos resultados de busca de termos específicos que são pré-definidos. Assim, requer uma ação do usuário e muitas vezes é pré-requisito para o modo display, que são os anúncios em sites de parceiros.

Já quando se trata de uma estratégia que utiliza exclusivamente os anúncios em site, as propagandas não necessariamente serão exibidas para pessoas que já tiveram algum contato com a empresa.

Quando combinadas, as ações e informações geradas nos motores de busca servirão para exibir para o usuário os anúncios relacionados à busca em diversos espaços e momentos diferentes durante algum período.

Como implementar a estratégia de remarketing?

Para criar campanhas de remarketing é necessário ter uma conta no Google Adwords pré-configurada e seguir alguns passos.

Gerencie o público-alvo e define a origem dos dados que seja coletar. Essas definições serão utilizadas para criar as listas de remarketing. Determinadas as condições e parâmetros, conclua o gerenciamento.

É interessante ressaltar que, para obter sucesso com esse tipo de estratégia, você deverá ter, pelo menos, um plano básico de marketing. Desse modo, saberá como direcionar a sua campanha, qual persona deseja atingir, quais palavras-chaves priorizar e como integrar esse recurso às outras estratégias.

Nesse artigo você entendeu a importância do remarketing e como essa estratégia funciona. Agora, que tal entrar em contato para saber como nós podemos te ajudar a implementar esse recurso de forma estratégica? Preencha o formulário!

automacao-de-marketing-o-que-significa-e-como-aplicar-na-minha-empresa

Automação de marketing: o que significa e como aplicar na minha empresa?

By | Marketing de Conteúdo

A automação é uma ferramenta que permite a estruturação tecnológica das estratégias de marketing. Esse recurso contribui para tornar o processo de captação e tratamento de leads mais eficiente, além de reduzir custos e fornecer informações valiosas sobre o comportamento dos seus potenciais clientes.

Com a automação de marketing é possível fazer segmentações mais completas e inteligentes, criar listas personalizadas e testar diferentes abordagens livremente. Além disso, permite a criação de fluxos personalizados e o compartilhamento de informações e conteúdos em momentos estratégicos.

Descubra, a seguir, como aplicar a automação do marketing em seu negócio e entenda as características e vantagens dessa ferramenta.

Leia também: http://nicolella.com.br/dicas-conquistar-clientes-com-o-marketing-digital/

Por que investir em automação de marketing?

Um dos benefícios mais significativos da automação de marketing é a diminuição dos custos com captação de leads e o aumento no alcance – quando combinada a uma estratégia de marketing sólida e completa.

Além disso, dentre os recursos presentes no Marketing Digital, a automação é indispensável como recurso complementar para elevar o ROI e reter clientes.

Com um processo de comunicação bem estruturado e automatizado, o relacionamento da empresa com o cliente se torna mais próximo e estratégico.

Desse modo, é possível enviar mensagem relevantes que vão atingir o cliente na hora certa. A automação é um dos melhores recursos para nutrir potenciais clientes que podem fechar negócio no futuro.

Essa noção é importante tanto para captar novos compradores quanto para marcar presença e não ser esquecido mesmo após o fechamento da compra.

automacao-de-marketing-o-que-significa-e-como-aplicar-na-minha-empresa-

automacao-de-marketing-o-que-significa-e-como-aplicar-na-minha-empresa-

Como a automação de marketing funciona?

Se você já conhece a sua persona e tem um público-alvo bem definido, pode iniciar a implementação da automação de marketing de forma segura.

Um bom software de automação apresenta algumas funcionalidades estratégicas. Conheça algumas delas:

  • Agendamento de publicação em redes sociais.
  • Criação de landing pages facilitada e de acordo com as boas práticas de inbound marketing.
  • Opções para analisar e otimizar o desempenho, desse modo é possível a realização de testes com landing pages e formulários que apresentam pequenas variações entre si para identificar quais práticas trazem melhores resultados.
  • Personalização estratégica: seus leads estão em momentos diferentes da jornada de compra e, por isso, precisam de informações diferenciadas. A automação vai tornar possível não apenas a segmentação, mas também a criação de sequência de e-mail estratégicas e relevantes para nutrir o lead a cada etapa.
  • Monitoramento e qualificação de leads: acompanhe de perto o comportamento dos seus contatos e saiba qual é o melhor momento para realizar cada ação. Além disso, mande os leads certos para os seus vendedores fecharem negócio.
  • Desenvolva toda a sua estratégia de e-mail marketing na ferramenta de automação: crie e acompanhe de perto o desempenho dos e-mails disparados e faça ajustes de forma estruturada.

Para aplicar com sucesso a automação de marketing em sua empresa, além de contar com um software completo, é necessário ter uma estratégia de marketing bem estruturada.

O uso isolado de ferramentas não garante resultados e os riscos de não ter retorno sobre o investimento aplicado são grandes.

Agora que você já conhece os benefícios que a automação de marketing pode trazer para a sua empresa, entre em contato e saiba como nós podemos te ajudar a implementar esse recurso de forma inteligente e integrada com uma estratégia de marketing completa. Preencha o formulário!

http://nicolella.com.br/o-que-e-branding-marketing/

Branding: conheça x dicas para trabalhar esse conceito com sucesso na sua empresa

By | Marketing de Conteúdo

Uma mensagem consistente, desenvolvida em linguagem adequada para o interlocutor, a forma de comunicação escolhida, o tom de conversa, os canais de distribuição e, sobretudo, a capacidade de despertar um forte senso de valor são os pilares do branding.

A gestão estratégica da marca é o que permite a uma empresa encontrar um público disposto a pagar mais pelos seus produtos. O conceito de branding é apoiado na geração de valor para o consumidor. E isso vai muito além de compreender dores e resolver problemas.

Na verdade, o branding é o que torna determinada marca uma fonte de afirmação, motivação e validação pessoal. Por isso, a marca é um ativo valioso para um negócio.

Confira algumas dicas para desenvolver a gestão de marcas em sua empresa. Vamos lá!

1 – Seja consistente em sua comunicação

O ambiente físico em que os seus clientes são recebidos, a sua identidade visual, o seu site, anúncios e conteúdos publicados estão comunicando os valores e missão da sua empresa. Logo, precisam estar alinhados para demonstrar consistência.

Vender a ideia de que, em sua organização, o cliente é a prioridade máxima, por exemplo, mas pecar no atendimento, cria dissonâncias que serão percebidas pelo consumidor em sua experiência de compra.

Do mesmo modo, um site incompleto, mídias sociais desorganizadas e conteúdos que não conversam com as personas prejudicam a marca. Além disso, situações como essas criam desconfiança e dificuldade em fidelizar clientes.

Assim, é necessário manter a coerência entre todas as estratégias da empresa e apresentar linguagens e valores estáveis para transmitir credibilidade e consolidar a marca a longo prazo.

Leia também: http://nicolella.com.br/o-que-e-branding-marketing/

2 – Defina bem seu público-alvo

Ser consistente exige que você tenha clareza absoluta sobre qual público deseja atingir.

Com as suas personas bem definidas você será capaz de conhecer detalhadamente os problemas que os seus potenciais clientes enfrentam, quais suas dores, o que eles desejam e como a sua marca pode responder a essas demandas.

Além disso, esse conhecimento definirá a linguagem mais adequada, que é indispensável para produzir conteúdos que vão atingir o cliente em sua jornada de compra e fornecer respostas para os seus anseios a cada etapa.

Com essas informações em mãos, a pergunta correta pode ser feita: como a sua marca vai gerar valor para essa persona e resolver os seus problemas?

branding-conheca-x-dicas-para-trabalhar-esse-conceito-com-sucesso-na-sua-empresa-20190606160912.jpg

branding-conheca-x-dicas-para-trabalhar-esse-conceito-com-sucesso-na-sua-empresa-.jpg

3 – Saiba qual é o seu lugar no mercado

Apresentar uma proposta única e diferenciais que não podem ser facilmente copiados é o grande objetivo final do branding. Para isso, você deve saber qual é o seu lugar no mercado: quem é a sua marca dentro do seu nicho de atuação?

Além de apresentar uma missão clara e relevante, é necessário saber o que os seus concorrentes estão fazendo e, sobretudo, o que eles deixaram passar.

Desse modo, analisar a qualidade dos bens e serviços entregues, a consistência na comunicação e os elogios e reclamações dos clientes da concorrência pode fornecer pistas valiosas sobre oportunidades disponíveis para você diferenciar a sua marca.

Neste artigo você leu algumas dicas para desenvolver com sucesso a gestão de marca na sua empresa. Agora, que tal preencher o nosso formulário para saber como nós podemos te ajudar na gestão da sua marca?