Uma mensagem consistente, desenvolvida em linguagem adequada para o interlocutor, a forma de comunicação escolhida, o tom de conversa, os canais de distribuição e, sobretudo, a capacidade de despertar um forte senso de valor são os pilares do branding.

A gestão estratégica da marca é o que permite a uma empresa encontrar um público disposto a pagar mais pelos seus produtos. O conceito de branding é apoiado na geração de valor para o consumidor. E isso vai muito além de compreender dores e resolver problemas.

Na verdade, o branding é o que torna determinada marca uma fonte de afirmação, motivação e validação pessoal. Por isso, a marca é um ativo valioso para um negócio.

Confira algumas dicas para desenvolver a gestão de marcas em sua empresa. Vamos lá!

1 – Seja consistente em sua comunicação

O ambiente físico em que os seus clientes são recebidos, a sua identidade visual, o seu site, anúncios e conteúdos publicados estão comunicando os valores e missão da sua empresa. Logo, precisam estar alinhados para demonstrar consistência.

Vender a ideia de que, em sua organização, o cliente é a prioridade máxima, por exemplo, mas pecar no atendimento, cria dissonâncias que serão percebidas pelo consumidor em sua experiência de compra.

Do mesmo modo, um site incompleto, mídias sociais desorganizadas e conteúdos que não conversam com as personas prejudicam a marca. Além disso, situações como essas criam desconfiança e dificuldade em fidelizar clientes.

Assim, é necessário manter a coerência entre todas as estratégias da empresa e apresentar linguagens e valores estáveis para transmitir credibilidade e consolidar a marca a longo prazo.

Leia também: http://nicolella.com.br/o-que-e-branding-marketing/

2 – Defina bem seu público-alvo

Ser consistente exige que você tenha clareza absoluta sobre qual público deseja atingir.

Com as suas personas bem definidas você será capaz de conhecer detalhadamente os problemas que os seus potenciais clientes enfrentam, quais suas dores, o que eles desejam e como a sua marca pode responder a essas demandas.

Além disso, esse conhecimento definirá a linguagem mais adequada, que é indispensável para produzir conteúdos que vão atingir o cliente em sua jornada de compra e fornecer respostas para os seus anseios a cada etapa.

Com essas informações em mãos, a pergunta correta pode ser feita: como a sua marca vai gerar valor para essa persona e resolver os seus problemas?

branding-conheca-x-dicas-para-trabalhar-esse-conceito-com-sucesso-na-sua-empresa-20190606160912.jpg

branding-conheca-x-dicas-para-trabalhar-esse-conceito-com-sucesso-na-sua-empresa-.jpg

3 – Saiba qual é o seu lugar no mercado

Apresentar uma proposta única e diferenciais que não podem ser facilmente copiados é o grande objetivo final do branding. Para isso, você deve saber qual é o seu lugar no mercado: quem é a sua marca dentro do seu nicho de atuação?

Além de apresentar uma missão clara e relevante, é necessário saber o que os seus concorrentes estão fazendo e, sobretudo, o que eles deixaram passar.

Desse modo, analisar a qualidade dos bens e serviços entregues, a consistência na comunicação e os elogios e reclamações dos clientes da concorrência pode fornecer pistas valiosas sobre oportunidades disponíveis para você diferenciar a sua marca.

Neste artigo você leu algumas dicas para desenvolver com sucesso a gestão de marca na sua empresa. Agora, que tal preencher o nosso formulário para saber como nós podemos te ajudar na gestão da sua marca?