Que um site institucional e um e-commerce possuem objetivos diferentes, nós já sabemos… Mas quais são as reais diferenças entre essas duas ferramentas?

Site institucional

É uma página online para apresentar sua empresa, ela deve ser uma versão completa do seu cartão de visita (só que virtual). Ele é desenvolvido com o objetivo de aumentar a sua visibilidade na internet e consequentemente prospectar novos clientes, além de gerar receita.

Mesmo com as mídias sociais fazendo um grande papel na divulgação das empresas, os sites institucionais ainda são muito importantes, pois, mantém um canal de contato com todos os clientes (inclusive com aqueles que não possuem redes sociais) e é uma poderosa ferramenta para “garimpar” novos clientes, como já falamos acima. Leia também:

Não gostamos de seguir regras e padrões, mas normalmente um site institucional deve ter:

-A home, onde o cliente encontre um resumo de tudo o que precisa saber sobre a empresa;
– Um breve histórico da empresa;
– Especificação e fotos sobre seus produtos ou serviços;
– Uma page de contato ou orçamentos;
– Deve ter um layout único e atrativo visualmente;
– Deve ser redimensionais a dispositivos mobiles;
– Conteúdos claros, objetivos e relevantes.

As empresas preferem essa ferramenta quando são fornecedores, ou seja, possuem produtos, mas não são vendidos para o público final, ou quando prestam serviços que precisam de um intermediador na hora da venda.

Exemplo: Indústria farmacêutica, contabilidade, escritório de arquitetura, etc.

E-commerce

É engraçado, mas muitas pessoas não sabem a correta definição de E-COMMERCE… Nem toda forma de venda online pode ser intitulada de e-commerce, pois, existem outras categorias de venda online, como o marketplace (EX: www.lojasamericanas.com.br).

Denominamos e-commerce, quando ele comercializa produtos e serviços de apenas uma empresa, em uma única plataforma virtual.

Mas no Brasil as pessoas não têm rejeição e medo de compras na internet?

Bom, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), as vendas por e-commerce no Brasil devem crescer 15% em 2018 em relação ao mesmo período do ano passado, com previsão de faturamento de R$ 69 bilhões. Leia também: http://nicolella.com.br/e-commerce-o-perfil-do-consumidor/

site institucional ou e-commerce

site institucional ou e-commerce

Para você definir se o site e-commerce é para sua empresa, vamos listar os itens que ele deve seguir:

-A home, deve ter uma mescla dos seus produtos, diferenciais, promoções e destaques;
– Apresente boas fotos do seu produto, lembre-se que tudo na internet é visual;
– Crie uma fácil jornada de navegação para o seu cliente;
– Preocupe-se com a logística, prazos de entrega e embalagens seguras para o produto;
– Tenha normas e políticas de trocas claras e dentro da legislação do setor;
– Priorize uma plataforma com versão mobile;
– Contribua com o acesso, procura e pagamento nas compras do cliente;
– Adicione certificados de segurança em seu e-commerce (SSL)

As instituições priorizam essa ferramenta quando possuem produtos e serviços que não precisam de um intermediador na hora da venda.

Exemplo: Vestuário, cursos online, viagens, etc.

E aí, conseguiu definir se vai investir em um site institucional ou e-commerce?